Bio

Minha foto
Natural de São Paulo, nascida em 02/08/1994, e apaixonada por esportes desde a infância, Laura deu os primeiros passos na quadra de tênis ao seis anos de idade, por influência do irmão. Aos treze, a paulistana disputou o primeiro torneio já na principal categoria do circuito juvenil e iniciou a carreira profissional em 2009. Dona de um estilo agressivo e versátil, Laura chegou a figurar entre as 18 melhores do ranking ITF. Ao longo da carreira, conquistou onze títulos em duplas e dois em simples. É a terceira melhor duplista brasileira da atualidade. Em simples, teve como destaque o título no ITF de Campos do Jordão, em 2014. Representando o Brasil na Fed Cup, fez parte do time que voltou a disputar os Play-offs do Grupo Mundial em abril de 2013. Laura conta com os patrocínios da Asics, CBT/Correios, Prince e Academias PlayTennis.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Com o pé direito em Zeeland

Laura e o psicólogo Aparício Menezes, que a acompanha pela gira europeia

Minha estreia no ITF US$ 15 mil de Zeeland, na Holanda, não poderia ser melhor! Nessa segunda-feira, venci a local Annabelle Hageman por 6/1 e 6/1 e avancei às oitavas de final em simples.

Curiosamente minha adversária foi a mesma da semana passada, em Breda, só que dessa vez resolvi a partida com mais facilidade por já conhecer o estilo dela.

Eu jogaria com uma tenista grega, que acabou desistindo e, assim, a holandesa entrou como lucky-loser. O jogo em Breda foi muito mais duro, porque eu não a conhecia direto, nem sabia se era destra ou canhota. Já nesta segunda, acabei jogando com estratégia, já sabia do estilo dela e fui muito bem. Variei bastante as bolas, dei curtinhas, mudei o efeito e ela acabou se perdendo nos erros.

Por vaga nas quartas de final, enfrento, na próxima quarta-feira, a vencedora do jogo entre a espanhola Lucia Cervera-Vazquez e a holandesa Lesley Kerkhove, cabeça de chave 1 do torneio. Hoje é dia de descanso por aqui, estou com o dia livre e por isso vou dar uma olhada no jogo delas para armar uma estratégia para quarta-feira.

Minha estreia na chave de duplas também acontece na quarta-feira. A parceria, cabeça de chave 1, será ao lado da bielorrussa Sviatlana Pirazhenka. Saímos adiantadas na fase de quartas de final, o que já é uma bela vantagem.

Valeu pela torcida, pessoal! Vamos com tudo!

Beijos,

Lau

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Valeu, Breda!


Apesar do mau tempo, mantive a concentração para avançar às oitavas de final do ITF US$ 15 mil de Breda, na Holanda, evento disputado em quadras de saibro. Na última terça-feira, venci a local Annabelle Hageman por 2 sets a 0, com parciais de 7/6(6) e 6/2.

Como nunca tinha enfrentado a rival de apenas 16 anos, precisei estudá-la nos primeiros games e deslanchei na partida após vencer o primeiro set no tiebreak. Joguei muito bem para as condições aqui, com garoa, muito vento, quadra desviando. Ainda assim conseguir atuar bem nos pontos importantes. Ela também fez uma ótima partida, é muito jovem, tem um belo futuro.

Mas, infelizmente, minha participação no torneio holandês terminou nessa quinta-feira. Em simples, fui superada pela austríaca Barbara Haas, cabeça de chave, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3.

Na sequência, voltei para disputar a chave de duplas junto com a holandesa Annabelle Hageman, a quem venci na primeira rodada de simples. Por 2 sets a 0, parciais de 6/1 e 6/1, acabamos derrotadas pela australiana Sally Peers e a polonesa Sandra Zaniewska.

Esse foi apenas o segundo torneio que disputei após quase um mês e meio afastada das quadras para me recuperar da lesão na coxa. Leva um tempo mesmo até recuperar o ritmo de antes. Continuo aqui na Holanda para a disputa do ITF US$ 15 mil de Zeeland, também em quadras de saibro.

Vamos que vamos!

Obrigada pela torcida, pessoal!
#ISSOÉENTREGA #cbt #asics #prince #EquipeMessiasTênis/academiaPlayTennis

terça-feira, 23 de junho de 2015

Dia de estreia em Breda

Laura Pigossi com o psicólogo Aparício Menezes e o treinador Renato Messias
Nessa terça-feira, estreio na chave de simples do ITF US$ 15 mil em Breda, torneio disputado em quadras de saibro. Enfrento a holandesa Annabelle Hageman por volta do meio-dia (horário de Brasília). É a primeira vez que nos enfrentamos no circuito profissional.

Esse será o segundo torneio que disputo após me recuperar de lesão na coxa. Me sinto mais segura em quadra e aposto no bom nível apresentado nos treinos para superar minha rival.

Estou muito confiante, venho treinando e jogando muito bem nos últimos dias. Não a conheço, não sei como ela joga, mas aqui todas jogam muito bem. Por isso tenho que me impor em quadra desde o início, sempre procurando ir para frente.

Curiosamente jogaremos juntas a chave de duplas aqui em Breda. Vamos enfrentar nesta quarta-feira as cabeças de chave 3, Sally Peers (AUS) e Sandra Zaniewska. No ranking da modalidade divulgado na última segunda-feira, ocupo a posição de número 234 da WTA.


Muito obrigada pelo carinho e as várias mensagens que vocês sempre me deixam nas redes sociais. Conto com a torcida de todos mais uma vez! Vamos com tudo! ‪#‎ISSOÉENTREGA ‪#‎cbt ‪#‎asics ‪#‎prince ASICS Confederação Brasileira de Tênis Equipe Messias Tennis/academia Play Tennis

Um pouquinho do meu treino aqui em Breda para vocês!

video


Tudo pronto aqui em Breda, na Holanda, para mais um torneio nessa gira pelo saibro europeu.

Estou com meu psicólogo Aparício Menezes e me sinto aclimatada para jogar bem aqui.

Estreio amanhã em simples contra a holandesa Annabelle Hagemann, que é minha parceira na chave de duplas.

Mas tênis é assim: amigas um dia, adversárias no outro. Muito obrigada pelo carinho e as várias mensagens.

Deixo aqui um vídeo com um pouquinho do meu aquecimento pré-treino para vocês!


De volta aos treinos e às quadras


Oi pessoal!

Após muito tempo me recuperando de lesão na coxa, hoje voltei aos torneios novamente. Joguei o ITF US$ 15 mil de Prerov, na República Tcheca, e acabei perdendo na estreia.

Em simples, fui derrotada pela tcheca Marketa Vondrousova por 6/4 e 6/4. Na chave de duplas, eu e a tcheca Petra Krejsova perdemos da eslovaca Vivien Juhaszova e da tcheca Tereza Malikova por 6/1 e 6/3.

Apesar do resultado não ter sido tão bom, fico feliz de poder competir novamente e vou usar essa gira na Europa para fazer o máximo possível de jogos.


Na próxima semana, jogo o ITF US$ 15 mil de Breda, na Holanda, também no saibro. Vamos com tudo! Equipe Messias Tennis/Academia Play Tennis ‪#‎correios ‪#‎issoéentrega ‪#‎prince ‪#‎cbt